O procurador-geral do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) Paulo Schmidt apresentará denúncia ao tribunal para julgar os técnicos Joel Santana, do Flamengo, Muricy Ramalho, do São Paulo, e Renato Gaúcho, do Fluminense, por declarações recentes.

Na sexta-feira, Muricy Ramalho criticou o Pleno do STJD por absolver o atacante Dodô, do Botafogo, que havia sido suspenso inicialmente por 120 dias pela 2.ª Comissão Disciplinar do tribunal por doping. "Agora liberou geral para o doping", declarou o comandante são-paulino.

No jogo contra o Santos, ontem, Joel Santana gritou "se ficar de palhaçada, mete a porrada", irritado com o toque de bola do Santos. Pode pegar até dois anos de suspensão. Será denunciado no artigo 279 do CBJD por incitação à violência.

Renato Gaúcho disse, durante entrevista coletiva, que o Fluminense foi "roubado" no jogo com o Palmeiras, em que perdeu por 1 a 0, domingo, no Maracanã. Enquadrado no artigo 188 do CBJD por manifestação desrespeitosa contra a arbitragem e pode ser suspenso por até 360 dias.