O presidente do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), Luiz Zveiter, voltou atrás na suspensão preventiva do goleiro Rogério Ceni, do São Paulo, e o liberou para atuar no clássico de amanhã, contra o Santos. Rogério havia sido punido por causa de um lance em jogo com o Goiás, pela Copa do Brasil, em que teria dado um tapa no atacante Dimba da equipe adversária.

Zveiter revogou por despacho a suspensão preliminar de Rogério. O desembargador considerou o lance controverso, comportando uma defesa do acusado. “É um lance com bola em que o jogador efetua uma defesa podendo não ter a intenção de agredir o adversário. O que diferencia da situação em que o jogador agride fora do lance da bola outro atleta sendo incontroverso, porque o fato está comprovado por imagens, sem deixar dúvida do acontecido não permitindo defesa pelo o atleta agressor”, explicou Zveiter, por meio de comunicado de sua assessoria de imprensa.

Apesar de ter condições de enfrentar o Santos, Rogério será julgado por uma Comissão Disciplinar do STJD na terça-feira. Portanto, o processo continuará seus trâmites normais.