Divulgação
Serginho é um dos precursores do surfe na pororoca.

Hoje, o surfista Sérgio Laus será homenageado no Yankee American Bar (Rua Bispo Dom José, 2.160). Depois de muitas temporadas surfando a pororoca e atingindo dois recordes mundiais, será inaugurado na casa o ?Memorial Serginho Laus/Pororoca?, que terá uma de suas pranchas e o certificado do Guinness Book de 2005, quando surfou a onda mais extensa até hoje, com 10,1 km, no Rio Araguari (Amapá), e permaneceu em pé por 33 minutos e 15 segundos.

A solenidade se inicia às 21h e em seguida acontece a festa de verão da Goofy, que terá como atrações a banda Real Coletivo Dub e a discotecagem dos DJs Etê (hip-hop) e Schasko (groove funk).

Serginho

Free surfer profissional, Sérgio Laus, 28 anos, mora em Curitiba, onde coordena e produz um programa de surfe na rádio Jovem Pan e prepara expedições em busca de ondas perfeitas e extremamente inusitadas.

O paranaense é um dos precursores do surfe na pororoca e referência no cenário nacional e internacional. Atualmente possui registros no Guinness Book, o livro dos recordes, da onda mais extensa e da maior onda de pororoca já surfadas no mundo.

Competidor desde 1995, Laus tem na veia a adrenalina das competições, porém hoje participa apenas de eventos especiais, como o Circuito Brasileiro de Surf na Pororoca, apenas para convidados, dentre outros.