O Palmeiras vai estrear na série B dia 26 de abril, sábado, às 20h30, contra o Brasiliense, em Taguatinga. Na segunda rodada – no sábado seguinte – o adversário será o América de Natal, no Parque Antártica, também às 20h30.

A medida contrariou a comissão técnica, que esperava a marcação do primeiro jogo da Segundona no Nordeste, já que no dia 30 a equipe fará a partida de volta das oitavas-de-final da Copa do Brasil contra o Vitória, em Salvador. Mas deve trazer alívio ao grupo, que não suportava mais a indefinição em relação à realização da competição.

“Não agüentava mais treinar sem objetivos. Mas grande parte da culpa de tudo o que aconteceu é dos próprios jogadores, que são desunidos. Se a CBF determinasse que o campeonato começaria apenas no dia 30 de setembro, ficaríamos até lá sem ter o que fazer”, resumiu Pedrinho.

A falta de organização alterou o adversário de estréia do Palmeiras três vezes. Há duas semanas a estréia seria contra Vila Nova, em Goiás. Sábado, uma nota publicada no site do clube informava que o time faria seu primeiro jogo contra o Náutico, no Recife. Horas depois, nova alteração: o adversário seria o Gama, em Brasília.

Reforço

A diretoria pretende anunciar hoje a contratação do volante Marcinho, que está no Figueirense. Uma reunião, segunda-feira passada, envolvendo os presidentes Mustafá Contursi, do Palmeiras, e Antônio Galli, da Matonense (clube que detém 50% dos direitos federativos de Marcinho), praticamente oficializou o negócio.