Atuais campeãs mundiais, Larissa e Juliana não passaram das oitavas de final do Grand Slam de Klagenfurt, na Áustria, etapa do Circuito Mundial de Vôlei de Praia. A única dupla brasileira a brigar por medalhas na chave feminina será Talita e Maria Elisa, que fará uma das semifinais deste sábado contra as chinesas Chen Xue e Zhang Xi. Na outra partida, jogam as norte-americanas Walsh e May contra Keizer e Van Iersel, da Holanda.

“Os duelos contras as chinesas sempre são equilibrados. São dois bons times que se conhecem bem. O importante é manter a concentração para chegarmos à final. Se apresentarmos o mesmo desempenho do último encontro, sairemos com o resultado positivo”, diz Maria Elisa, que forma a dupla segunda colocada no ranking mundial. As chinesas estão em quarto.

Para chegar à semifinal, Talita e Maria Elisa venceram duas partidas nesta sexta-feira. Primeiro superaram as russas Vasina e Vozakova, por 2 sets a 0, parciais de 21/19 e 21/13. Em seguida, pelas quartas de final, as brasileiras passaram por Fendrick/Hanson, dos Estados Unidos, também em dois sets, com parciais de 21/16 e 21/15.

Adversárias de Talita e Maria Elisa, as chinesas Chen Xue e Zhang Xi impediram uma semifinal brasileira eliminando Maria Clara e Carol, nas quartas, por 2 sets a 1, parciais de 18/21, 22/20 e 15/12. Antes, as irmãs cariocas haviam surpreendido Larissa e Juliana, por 2 a 0 (27/25 e 21/18). Ângela e Lili também caíram nas oitavas. Perderam para Liliana/Baquerizo, da Espanha.

HOMENS – No masculino, o Brasil terá quatro duplas nas oitavas de final. Duas delas vão se encontrar nesta fase: Emanuel/Alison e Ricardo/Pedro Cunha. Márcio/Benjamim também não deu sorte, pois irá enfrentar Rogers/Dalhausser, dos EUA, dupla campeã olímpica. Já Billy e Bruno Schimidt terão pela frente Nicolai/Lupo, da Itália.

Com exceção de Thiago e Harley, eliminados na repescagem, o Brasil só colecionou sucessos nesta sexta. Emanuel/Alison, Bruno/Billy e Márcio/Benjamim venceram o último jogo da fase de grupos, fecharam com aproveitamento de 100% e foram direto às oitavas. Ricardo/Pedro Cunha foram surpreendidos pelos letões Plavins e Smedins, mas venceram Doppler/Mellitzer, dupla da casa, na repescagem, e também avançaram.

Já Thiago e Harley perderam duas vezes. Primeiro para Rogers/Dalhausser, na fase de grupos, e depois para Dyachenko e Sidorenko, do Casaquistão, na repescagem, sendo eliminados do torneio.