Largando da pole position, Tarso Marques, da equipe Terra Avallone, viu os adversários apenas pelo retrovisor e venceu a etapa de Campo Grande (MS) da Stock Car V8, a sua segunda na categoria. Thiago Camilo, da Texaco Vogel, e Marcos Gomes, da Medley, inverteram as posições com relação a grid e terminaram em segundo e terceiro, respectivamente.

Com o segundo lugar em Campo Grande, Thiago Camilo assumiu a liderança do campeonato com 40 pontos. A próxima corrida do ano acontece em São Paulo, Interlagos, no dia 17 de junho, a última no autódromo antes do fechamento para as reformas visando o GP do Brasil da F-1.

A prova começou com a primeira largada abortada porque alguns pilotos deixaram o alinhamento correto, o que acabou reduzindo em uma volta a competição. Pedro Gomes [L&M] foi desclassificado por ter batido em Felipe Maluhy [Terra Avallone] na terceira volta.

Antigo líder do campeonato, Rodrigo Sperafico [Biosintética Action Power] foi penalizado com uma passagem lenta no box, por tocar de leve em Allam Khodair [Boettger], e terminou em 18.º, fora da zona de pontuação.

Os 15 primeiros:

1.º Tarso Marques (ML/Terra Avallone), 29 voltas em 47min39s124

2.º Thiago Camilo (CA/Texaco Vogel), a 11s974

3.º Marcos Gomes (CA/Medley), a 12s047

4.º Cacá Bueno (ML/Eurofarma RC), a 13s364

5.º Ingo Hoffmann (ML/AMG), a 24s410

6.º Ricardo Mauricio (CA/Medley), a 28s768

7.º Daniel Serra (VB/Red Bull), a 29s732

8.º Ruben Fontes (P3/Neosoro JF), a 31s864

9.º Luciano Burti (VB/Cimed Action Power), a 39s988

10.º Paulo Salustiano (CA/M4T), a 45s550

11.º Thiago Marques (VB/Cimed Action Power), a 49s585

12.º Carlos Alves (VB/CA Competition), a 49s719

13.º Popó Bueno (CA/Hot Car), a 54s275

14.º Antonio Jorge Neto (ML/Eurofarma RC), a 54s481

15.º Chico Serra (P3/Full Time), a 54s635.