O técnico Alberto Zaccheroni não escondeu a decepção pela derrota do Japão diante da Itália, nesta quarta-feira. O treinador não lamentou o resultado somente por causa eliminação precoce na Copa das Confederações, mas principalmente pelas reviravoltas na partida, que quase garantiu o triunfo aos japoneses.

O time asiático chegou a abrir 2 a 0 no primeiro tempo antes de levar a virada. No segundo tempo, o Japão alcançou o empate em 3 a 3, mas um gol italiano no fim acabou com as esperanças de vitória do time de Zaccheroni.

“Os dois times jogaram com muita coragem e técnica. É claro que cometemos muitos erros. Tivemos a chance de garantir a vitória, mas não conseguimos. Depois, a Itália teve mais chances e soube aproveitá-las. O mais importante, porém, é que vou dizer para os meus jogadores que eles mereciam muito mais por essa partida”, disse o treinador.

Para o lateral Nagatomo, a Itália contou com a sorte para buscar o triunfo. Mas reconheceu o bom futebol dos rivais. “Nós poderíamos ter ganho. Eu costumo jogar para ganhar sempre. A Itália teve um pouco de sorte, sim. Mas eles realmente são bons.”