Após a vitória por 3 a 1 sobre a Colômbia nesta sexta-feira e a classificação para a final da Copa do Mundo de futsal, o técnico da seleção brasileira, Marcos Sorato, elogiou a adversária do próximo domingo, a Espanha, exaltando a força da rival e dizendo que espera uma partida equilibrada.

“A Espanha, na minha opinião, é a equipe mais completa do campeonato. Faz bem todas as facetas do jogo, além de ter jogadores que desequilibram. É uma Espanha muito completa. Será uma final igual, há grandes jogadores nos dois lados, e acho que no domingo começa um novo campeonato do zero”, declarou o treinador à Agência Efe.

A decisão no ginásio Huamark, em Bangcoc, será a quarta final entre as duas seleções. O Brasil levou a melhor em 1996 e 2008 e foi derrotado em 2000, além de ter perdido para a ‘Fúria’ nas semifinais em 2004.

Para Sorato, a partida de domingo será diferente das disputadas pelo Brasil no Mundial de 2012 até agora, porque, ao contrário dos adversários anteriores à decisão, os espanhóis não se limitarão a defender.

“A partida será diferente porque a Espanha ataca e defende mais em cima, não se fecha em seu campo. Contra a Argentina (nas quartas) e contra a Colômbia aconteceu isso. Mesmo quando estava perdendo, a Colômbia não atacava. É difícil atacar durante 40 minutos e não ceder um contra-ataque”, comentou.