Valquir Aureliano
Técnico do Fla poderá pegar até 2 anos de suspensão.

A ameaça de suspensão e a repercussão das declarações feitas  na partida contra o Santos amansaram Joel Santana. Ontem, em Curitiba, o técnico do Flamengo pediu desculpas pelas palavras ?mal colocadas? e negou ter mandado seus atletas baterem nos adversários. O time carioca enfrenta o Atlético, amanhã, às 21h45, na Arena da Baixada.

No final do jogo contra o Santos, domingo, na Vila Belmiro, câmeras de televisão captaram Joel instruindo os jogadores flamenguistas a ?darem porrada? se os santistas continuassem com a ?palhaçadinha? – referência à troca de passes embalada por gritos de olé da torcida adversária, quando o placar já apontava 3 a 0 para o Peixe.

O procurador-geral do STJD, Paulo Schmitt, declarou ontem que Joel será denunciado por infração ao artigo 279 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD) – ?incitar publicamente a prática de infração?, que prevê pena de 1 a 2 anos de suspensão. ?O técnico tem grande responsabilidade no espetáculo, e Joel deu mau exemplo?, alegou Schmitt.

Ontem, depois do treinos dos reservas do Flamengo na Vila Olímpica do Boqueirão, o técnico disse que foi orientado pelo departamento jurídico rubro-negro a não comentar mais o caso – nos vestiários da Vila Belmiro, afirmou que tinha pedido só mais marcação. Mas não agüentou, se disse arrependido e pediu desculpas públicas pelo episódio. ?São forças de expressão. Qualquer pessoa que der uma topada solta um palavrão, mas pode pedir desculpas se estiver na frente de uma criança. Foi uma palavra indevida?, justificou-se o técnico, que mostrou-se preocupado com a possibilidade de suspensão. ?Quem vive no futebol sabe que se fala muita coisa imprópria. Mas nunca fui de mandar bater, tanto que não aconteceu nada. Agora, vou ficar dois anos sem trabalhar por uma palavra indevida??, questionou.

Responsável

Joel lembrou que o Flamengo não recebeu um cartão amarelo sequer na partida e que dois atletas santistas vieram cumprimentá-lo após o encerramento. Falou também que não faria sentido mandar bater a um minuto do final. E evocou até os filhos como argumento para provar que é uma pessoa responsável. ?Tenho uma filha de 27 anos, dentista, que vai fazer mestrado no exterior, e um filho de 25 que vai se formar em Direito. Não darei mau exemplo para eles nem para ninguém. Errei, foi mal e não vai acontecer mais?, prometeu.

Mengão se prepara pra ?jogo de 6 pontos?

Carlos Simon e agência

Crise lá, crise cá. Se o Furacão vive mau momento e soma cinco jogos sem vitória, o Mengão também joga a vida para ganhar amanhã, na Arena, e amenizar a situação crítica.

De volta à Gávea depois de salvar o time do rebaixamento nas últimas rodadas do Brasileirão de 2005, Joel Santana começou mal e tomou 3 a 0 do Santos. ?O 1.º tempo foi eqüilibrado, mas numa mexida tática inteligente do Luxemburgo, demoramos 10 minutos para acertar a marcação e tomamos dois gols. Então levamos o terceiro de falta no começo do 2.º tempo e não tinha mais jeito?, falou o treinador, que hoje à tarde comandará um coletivo na Vila Olímpica do Boqueirão.

Joel disse que irá ?esperar um pouco? para decidir a escalação, lembrando a importância do duelo de amanhã – o Mengo é o penúltimo colocado, com sete pontos e quatro partidas a menos que o Atlético, primeiro clube fora da zona de rebaixamento. ?Será um jogo de seis pontos?, justificou.

De qualquer forma, Joel disse que fará ?uma ou duas? alterações na equipe – o atacante Paulo Sérgio deve entrar no lugar do volante Jaílton e o zagueiro Rodrigo Arroz ocupar a vaga de Irineu.

Gancho

O atacante flamenguista Souza foi punido, ontem, por cinco jogos pelo STJD, por causa da agressão ao meia Tcheco durante a partida contra o Grêmio. De qualquer forma, o jogador não enfrentaria o Atlético, por Ter sofrido lesão muscular.

Renato Gaúcho

O técnico Renato Gaúcho, que após a derrota para o Palmeiras por 1 a 0, domingo, no Maracanã, afirmou que o Fluminense está sendo sistematicamente ?roubado?, também deve ser denunciado ao STJD – incurso no artigo 199, ?ato desrespeitoso?, com pena mínima de 180 dias de suspensão.