O treinador do Kashima Antlers, Go Oiwa, teve motivos de sobra para lamentar a derrota por 3 a 1 para o Real Madrid, nesta quarta-feira, em Abu Dabi, pela semifinal do Mundial de Clubes da Fifa. Embora a inferioridade técnica de sua equipe em relação ao time espanhol seja evidente, o comandante japonês lembrou que o seu time desperdiçou duas boas chances de abrir o placar nos dois minutos iniciais e ainda cometeu falhas defensivas que foram determinantes para o resultado do confronto.

“Tivemos chances claras quando começou o jogo, que se tivéssemos aproveitado, teríamos visto uma partida diferente”, analisou Oiwa, que também viu uma falha na marcação da defesa de sua equipe no primeiro dos três gols marcados por Gareth Bale, aos 43 minutos do primeiro tempo. No lance, o astro galês recebeu um lindo passe de Marcelo em uma bola que passou entre vários defensores e finalizou cruzado para marcar.

“No final do primeiro tempo cometemos um deslize defensivo que nos custou um gol por falta de concentração. Isso nos marcou pelo resto do jogo porque demos uma vantagem mental ao Real Madrid”, destacou.

Para completar, já aos 8 minutos da etapa final, uma falha conjunta da defesa japonesa resultou no segundo gol de Bale, que depois voltou a marcar aos 10 e praticamente selou a eliminação do Kashima. O time japonês agora vai se preparar para encarar o River Plate, no sábado, às 11h30 (de Brasília), pela decisão do terceiro lugar.