O técnico Laurent Blanc admitiu nesta terça-feira que ainda não sabe qual brasileiro será o parceiro de Thiago Silva na zaga do Paris Saint-Germain no jogo desta quarta, contra o Olympiakos, em casa. Alex e Marquinhos, convocado recentemente para a seleção brasileira, brigam pela vaga.

Indeciso, Blanc disse que só deve decidir pela escalação momentos antes da partida, em Paris. “Alex está sempre lá, não costuma chamar atenção para si mesmo. É forte no combate e vence várias disputas pelo alto”, elogiou o treinador. “Marquinhos tem jogado bem, mas é muito jovem, tem apenas 19. Minha escolha será difícil”.

O técnico só antecipou que não cogita a possibilidade de jogar com três zagueiros. “O sistema tático é importante, claro, mas o entrosamento entre os jogadores também”, afirmou, ao justificar a manutenção do 4-4-2.

No ataque, Blanc confirmou o retorno de Edinson Cavani, poupado na rodada passada do Campeonato Francês. “Nós preferimos não correr riscos contra o Reims, porque ele estava cansado. Ganhou folga no domingo, recuperou-se bem e fez um bom treino na segunda-feira. Confio nele como em todos os outros para ganhar o jogo de quarta-feira”, disse.