O técnico José Mourinho aumentou a rivalidade da Inter de Milão com os principais clubes do futebol italiano ao acusar os rivais do atual campeão nacional de tentarem manipular a opinião pública dizendo que o time é favorecido pelos juízes. As declarações do treinador português acontecem após acusações de que a Internazionale teria sido ajudado no empate por 3 a 3 com a Roma.

Na partida, disputada no último domingo, a arbitragem marcou pênalti duvidoso em Mario Balotelli quando a Roma vencia o jogo por 3 a 1. Após o duelo, o técnico Luciano Spalletti e o meio-campista Daniele De Rossi, ambos do time capital italiana, acusaram o jogador da Inter de Milão de se jogar. O treinador Claudio Ranieri, da Juventus, principal concorrente do time de Mourinho, também deu a mesma opinião.

A união dos rivais irritou o técnico da Inter de Milão. “Não gosto de prostituição intelectual. Gosto de honestidade intelectual. Houve muita manipulação nos últimos dias. Foi feito um grande trabalho para manipular a opinião pública”, criticou.

José Mourinho aproveitou para ironizar os principais rivais da Inter de Milão. “Nos últimos dois dias, não falamos de uma Roma com grandes jogadores, muitos dos quais eu gostaria de ter e que vai terminar a temporada sem títulos. Não falamos do Milan, que também vai ficar sem títulos. Não falamos da Juventus, que ganhou pontos com erros de arbitragem”, afirmou.