O vice-campeonato italiano, atrás apenas da Juventus, foi o suficiente para o técnico Rudi Garcia provar seu valor para a diretoria da Roma. Contratado no início da última temporada, o treinador levou o time da capital a uma campanha surpreendente e nesta sexta-feira renovou seu contrato com o clube até o meio de 2018.

Com menos recursos que times como Juventus, Milan e Inter de Milão, a Roma surpreendeu ao terminar na segunda colocação. Isso fez com que a diretoria se apressasse para segurar Rudi Garcia. Ele tinha contrato até o fim da próxima temporada, mas o clube ofereceu a prorrogação por três anos e o acordo foi assinado nesta sexta.

“Depois de ter passado meus primeiros 30 minutos com o Rudi em Nova York no ano passado, eu sabia que ele seria a escolha certa para liderar a Roma, espero, por um longo período. Esse é mais um passo para alcançar nosso planejamento a longo prazo”, declarou o presidente do clube, o norte-americano James Pallotta.