A brasileira Teliana Pereira fracassou na tentativa de se classificar para o primeiro Grand Slam da sua carreira. Nesta quarta-feira, a número 123 do mundo foi eliminada na segunda rodada do qualifying de Wimbledon, o terceiro Grand Slam do ano, e deixou o País sem representantes na chave principal do torneio feminino, disputado em quadras de grama em Wimbledon.

Após a estreia vitoriosa no qualifying, Teliana perdeu, de virada, para a belga An-Sophie Mestach, 184ª colocada no ranking da WTA, por 2 sets a 1, com parciais de 6/7 (4/7), 7/5 e 6/1. Na partida, a brasileira esteve muito perto da vitória, pois venceu a primeira parcial e conseguiu uma quebra de serviço no segundo set, mas acabou levando a virada. No terceiro set, não ofereceu qualquer resistência.

Eliminada no qualifying, da chave feminina de simples, Teliana vai tentar participar do torneio de duplas. Ela e a colombiana Mariana Duque vão estrear no qualificatório contra a japonesa Misaki Doi e a portuguesa Maria João Koehler. Caso vençam, estarão na final do qualifying.

O Brasil não tem uma representante na chave feminina de simples de um Grand Slam desde 1993, quando Andrea Vieira foi eliminada na primeira rodada do US Open. Entre os homens, Rogério Dutra Silva será o único representante do País na chave de simples, pois todos brasileiros caíram no qualifying e Thomaz Bellucci, contundido, desistiu de participar do torneio.