O sérvio Novak Djokovic, a revelação do ano no tênis, aprontou mais uma. Neste sábado (12), o tenista de 20 anos mostrou um grande jogo e derrotou o espanhol Rafael Nadal, nº 2 do mundo, por 2 sets a 0, parciais de 7/5 e 6/3, pelas semifinais do Masters Series de Montreal (Canadá). A partida teve 1h50 de duração.

Na final do torneio, marcado para este domingo, Djokovic terá uma desafio ainda maior. Seu adversário é o suíço Roger Federer, que passou facilmente pelo checo Radek Stepanek na outra semifinal e luta por seu 50º título na carreira. Nos quatro confrontos entre ambos, o melhor do mundo na atualidade venceu todas e o sérvio só conseguiu ganhar dois sets.

Para tentar vencer Federer, Djokovic deverá usar a mesma tática que deu certo contra Nadal. Com um bom primeiro serviço – foram 11 aces no total -, o sérvio não permitiu quebras do espanhol. Além disso, fez um sólido jogo de fundo de quadra e cansou Nadal no segundo set. Com uma quebra de serviço em cada set, Djokovic conseguiu a vitória.