A Federação Internacional de Tênis anunciou nesta quarta-feira a suspensão de dois anos do americano Wayne Odesnik por porte de substâncias proibidas pela federação. Em janeiro deste ano, policiais australianos encontraram hormônio de crescimento humano, na bagagem do jogador, que estava em Brisbane para disputar um torneio preparatório para o Aberto da Austrália.

Na mala do atleta de 24 anos havia oito frascos, cada um com seis miligramas da substância. O tenista se declarou culpado, em março, por importar o hormônio. A ITF informou que o Wayne Odesnik não conseguiu comprovar que utilizaria a substância para fins terapêuticos.

Atual número 114 do ranking da ATP, o jogador tem uma final de ATP no currículo. Em 2009, o tenista foi derrotado por Lleyton Hewitt, na decisão do Torneio de Houston, por 2 sets a 0. Com o desempenho no saibro americano, Wayne Odesnik atingiu a 77ª colocação da ATP, sua melhor posição na carreira.