São Paulo – Tentando mostrar tranqüilidade, Carlitos Tevez se reapresentou ao Corinthians. Ele fez questão de não falar como passou os quatro dias que ficou em Buenos Aires enquanto o time treinava forte em Águas de Lindóia e goleava a Portuguesa Santista por 5 a 1. Mas a calma acabou quando foi perguntado sobre mordomias que ele tem por ser estrela do time.

Irritado, disse que não tem privilégio nenhum. E até protestou sobre o risco de sofrer uma grave contusão por não ter tido tempo de treinar logo depois das férias. ?Nós somos todos iguais aqui no Corinthians. Ninguém tem privilégio. Eu tive problemas particulares na Argentina e fui para lá com a permissão do meu treinador. Toda vez que nós jogamos no Rio de Janeiro o Roger viaja um dia antes. Isso é privilégio? Lógico que não?, argumentou o argentino.

Para tentar provar que não é privilegiado, Tevez viajou ontem para Atibaia e vai jogar contra o Juventus, quinta-feira, no Pacaembu.

Motivos Mas fez questão de avisar porque é contra voltar a entrar em campo depois de pouquíssimo treinamento.

?Em 2005, estreei no Corinthians (por problemas de documentação) apenas na quarta rodada do Paulista. Foi ótimo, pude treinar. Não tive nenhuma contusão no ano inteiro. Neste ano, eu queria treinar mais um pouco porque quero muito atuar na Libertadores e na Copa do Mundo. Depois vem todas as lesões que os jogadores brasileiros têm no final do ano. É preciso treinamento. Para mim era melhor não jogar.?

Esperto, não falou sobre priorizar a Libertadores e não o Paulista. Usou o torcedor. ?Todo corintiano que me pára na rua vem me falar da Libertadores. Por mim, eu quero que o time ganhe tudo o que disputar. Mas eu sei a importância da Libertadores.? Sobre Ricardinho, não quis confirmar ter sido sua a indicação. ?Ele é um grande jogador, mas quem escolhe os jogadores é o Lopes.?

A imprensa argentina assegura que Tevez foi tratar de sua documentação em Buenos Aires. Sendo possível até que buscasse provas de sua origem européia para que pudesse atuar como comunitário em uma possível venda para um clube grande da Europa depois da Copa. Tevez também tem um tio, com quem é muito ligado, que enfrenta graves problemas de saúde.

Ricardinho cada vez mais próximo

São Paulo – O meia Ricardinho já descartou definitivamente renovar seu contrato com o Santos e está muito próximo do Corinthians.

O atleta ainda aguarda uma proposta da Europa, mas deve mesmo fechar com o time do Parque São Jorge, onde jogou entre 1998 e 2002.

?Desde sexta-feira que nós não conversamos com eles (diretoria do Corinthians), mas nós estamos esperando ainda hoje um telefonema, mas pelo último contato a coisa está bem adiantada?, afirmou o pai e procurador do jogador José Luís Pozzi em entrevista à Rádio Globo.

Ricardinho viveu sua melhor fase no Corinthians, quando atuava junto com Rincón, Edílson, Vampeta e Marcelinho Carioca na equipe mais vitoriosa da história do Corinthians. Jogando pelo Timão, o jogador conquistou o Campeonato Mundial da Fifa, em 2000, o Brasileirão em 1998 e 1999, Copa do Brasil em 2002, além do Campeonato Paulista em 1999 e 2001.

?A gente tá aguardando que tudo seja resolvido o mais rápido possível?, completou Pozzi, que ainda descartou qualquer possibilidade de Ricardinho voltar a defender o Santos.

Tigres na Libertadores

Carlson – O Corinthians conheceu, na noite de domingo, mais um adversário na primeira fase da Copa Libertadores da América. Com a vitória sobre o rival Monterrey por 2 a 1, em Carlson (EUA), o Tigres se classificou para

a competição continental como ?México 2? e foi colocado na chave do time brasileiro. Deportivo Cali (Colômbia) e Universidad Católica (Chile) completam a chave.