O ouro veio de forma inesperada. O brasileiro, por muito pouco, não esbarrou nos 5,60m, quando só conseguiu ultrapassar a barra na terceira tentativa. Depois disso, seguiu de forma quase perfeita. Até então, o recorde pessoal dele era 5,92m. À medida que a altura ia aumentando, os adversários iam ficando para trás até ficar frente a frente com Lavillenie, que até tentou saltar 6,08m na última chance, mas ficou pelo caminho.

Esta é a segunda medalha de ouro do Brasil no Rio de Janeiro. A primeira foi de Rafaela SIlva, no judô. Nesta terça (16), podemos ganhar mais uma medalha no salto com vara, com Fabiana Murer.