Thiago Camilo tem muito a festejar neste domingo (10). O piloto paulista, da Ipiranga-RCM, venceu a etapa de Brasília, a 11ª das 12 previstas para a temporada 2013, e ainda assumiu a liderança do campeonato da Stock Car com o resultado final da prova, disputada no Autódromo Internacional Nelson Piquet.

Sexto colocado no grid, Thiago Camilo teve um início impecável de corrida em Brasília. Ele saltou para o segundo lugar na largada, atrás apenas de Sérgio Jimenez, que faturou no sábado a sua primeira pole position na Stock Car. E ele conseguiu sustentar a liderança até a primeira janela para os pit stops.

Depois da sua parada, Jimenez caiu para o terceiro lugar, atrás de Camilo e Allam Khodair. Mas ele acabou conseguindo recuperar a segunda colocação com o furo de um pneu de Khodair no final da prova.

Assim, foi ao pódio, assim como Ricardo Maurício, que fez duas ultrapassagens na parte final da corrida para terminar em terceiro lugar e seguir na luta pelo título. Daniel Serra, que chegou para a prova em Brasília como líder do campeonato, teve um fim de semana difícil e ficou apenas em 12º lugar.

Ele terminou logo atrás de Rubens Barrichello, que fez boa prova de recuperação após largar apenas da 23ª colocação. Já Cacá Bueno, em busca do tricampeonato consecutivo, sofreu com um furo de pneu e foi apenas o 26º, sem somar pontos.

Com isso, Thiago Camilo lidera o campeonato da Stock Car com 185 pontos e quatro de vantagem para Daniel Serra. Ricardo Maurício é o terceiro com 178 pontos e Cacá Bueno está em quarto com 160.

A última etapa da temporada 2013 da Stock Car, a Corrida do Milhão, será disputada no dia 15 de dezembro, em Interlagos. A prova tem pontuação dobrada, com a vitória valendo 48 pontos.

Confira o resultado final da etapa de Brasília da Stock Car:

1º. Thiago Camilo – 41min43s816 em 38 voltas

2º. Sérgio Jimenez – a 2s060

3º. Ricardo Maurício – a 3s354

4º. Galid Osman – a 4s057

5º. Lico Kaesemodel – a 5s571

6º. Átila Abreu – a 6s068

7º. Max Wilson – a 6s975

8º. Ricardo Zonta – a 7s422

9º. Valdeno Brito – a 7s646

10º. Raphael Matos – a 8s143

11º. Rubens Barrichello – a 8s319

12º. Daniel Serra – a 9s143

13º. Diego Nunes – a 10s750

14º. Rodrigo Pimenta – a 11s311

15º. Vitor Genz – a 11s683

16º. Duda Pamplona – a 12s335

17º. Nonô Figueiredo – a 12s789

18º. Popó Bueno – a 14s690

19º. Tuka Rocha – a 15s230

20º. Alceu Feldmann – a 15s670

21º. Wellington Justino – a 16s449

22º. Felipe Lapenna – a 16s903

23º. Allam Khodair – a 1 volta

24º. Rodrigo Sperafico – a 1 volta

25º. Beto Cavaleiro – a 1 volta

26º. Cacá Bueno – a 2 voltas

Não completaram:

David Muffato

Denis Navarro

Luciano Burti

Júlio Campos

Ricardo Sperafico

Marcos Gomes

Fábio Fogaça

Lucas Foresti