O jogador francês Thierry Henry, 35, foi visto na madrugada de hoje em uma área reservada do Studio SP, no Baixo Augusta, região central de SP. O craque via a apresentação do grupo Orquestra Voadora.

Um suposto assessor, que acompanhava Thierry, afirmou que o jogador já está no país há alguns dias para uma negociação envolvendo o Corinthians e o Mundial de Clubes da Fifa. Segundo ele, as conversas estariam sendo intermediadas pela 9ine, agência do ex-atacante Ronaldo.

Atualmente jogando na equipe americana New York Red Bulls, Henry foi o autor do gol que eliminou o Brasil na Copa de 2006, na Alemanha.

Cabeçada

Companheiro de Zinédine Zidane na famosa final da Copa do Mundo de 2006, em que o meia deu uma cabeçada no zagueiro italiano Marco Materazzi e foi expulso, Henry foi suspenso no último mês de setembro por agressão semelhante no campeonato dos EUA.

A liga americana de futebol, Major League Soccer, puniu o capitão do New York Red Bulls com uma partida de ausência e uma multa de valor não revelado.

Aos 48min do segundo tempo, durante uma substituição na derrota do time nova-iorquino por 2 a 0 em casa, ante o Sporting Kansas City, quarta-feira, Henry, de 35 anos, correu em direção ao atacante Kei Kamara e cabeceou o adversário. Ambos caíram no gramado, mas o francês não recebeu cartão.

No ano passado, também num revés para o Kansas em Nova York, Henry acabou expulso após chocar-se contra Roger Espinoza quando a bola estava longe.

Com 13 gols em 21 partidas nesta temporada, o campeão mundial de 1998 ocupa o quarto lugar entre os artilheiros da competição. Em 2011, marcou 14 em 26 jogos. Sua equipe ocupa a terceira colocação na Conferência Leste, enquanto o Kansas City é líder.