Diante de uma “galinha morta”, o Corinthians Paranaense conseguiu encerrar o jejum de nove jogos sem vitória. O Iraty, virtualmente rebaixado, chegou a estar em vantagem, mas com um jogador a menos não conseguiu sustentar o placar no Janguito Malucelli. Melhor para o Timãozinho, que com dois gols de cabeça, no segundo tempo, fez 3 x 2 e garantiu uma vantagem segura para a zona do rebaixamento.

O Corinthians não vencia um jogo desde o dia 5 de fevereiro, quando marcou 3 x 1 no Paranavaí, pela 5.ª rodada do 1.º turno. Desde então, havia empatado três e perdido seis jogos. Ontem, o Timãozinho deu a impressão de que iria golear. Começou na pressão e desperdiçou várias chances até que Andrezinho, aos 21 minutos, fez 1 x 0.

O gol, porém, teve efeito contrário. O time de Leandro Niehues diminuiu o ritmo e permitiu a reação do Azulão. No levantamento de Cleiton, Vilar deu rebote e o meia Gizo empatou, aos 26. O Iraty, que ainda não venceu na temporada, aproveitou o momento e virou o jogo. Édson Paraíba foi lançado e não vacilou: 2 x 1, aos 36. Só que no final, Nilson foi expulso, o que mudaria os rumos da partida.

O Corinthians veio para tudo ou nada e conseguiu a virada pelo alto. Aos 14 minutos, Rodrigo Hote conferiu cruzamento da direita. Dois minutos depois, John Cezar escorou bola alçada da esquerda e definiu o placar: 3 x 2. Apenas 122 torcedores pagaram ingresso (público total de 160) para uma renda de R$ 2.880,00.