O técnico da Costa Rica, Jorge Luis Pinto, disse que já tem quase fechado o time titular que entrará em campo na estreia contra o Uruguai, no próximo sábado, na Arena Castelão, em Fortaleza. O colombiano não revelou os nomes, mas disse que são poucas as dúvidas.

“Tenho a escalação pronta, com uma ou duas variações que ainda não resolvi”, disse o treinador da Costa Rica, acrescentando que aguarda a recuperação dos laterais Michael Umaña e Junior Diaz, que apresentaram quadros de gripe.

A delegação costa-riquenha chegou na madrugada desta terça-feira ao Brasil e vai ter como base de treinamentos a Vila Belmiro, estádio do Santos, no litoral paulista. No primeiro dia, inclusive, os jogadores e o técnico receberam a visita de Clodoaldo, antigo ídolo santista, que os contou um pouco da história do clube e do local.

Pinto ficou bastante empolgado e agradeceu pela visita. “Disse ao Clodoaldo que contei aos meus jogadores que ele jogou com Pelé, Rivellino, Tostão e Gérson. Todos ficaram muito surpresos e encantados”, disse o técnico.

Mesmo tendo que enfrentar Uruguai, Inglaterra e Itália no considerado “grupo da morte”, o técnico colombiano disse a Costa Rica o fará “sem temor e para vencer”. “Sentimos alegria e motivação. Vamos enfrentar três campeões do mundo e não temos medo”, avisou.