Um campeonato com catorze times em que oito passam para a 2ª fase e quatro são rebaixados é naturalmente emocionante. E se contarmos que apenas três times estão com seu destino definido a três rodadas do final da primeira fase (Coritiba e Atlético classificados e Engenheiro Beltrão virtualmente rebaixado), é possível dizer que os jogos de hoje são verdadeiras “finais de Copa do Mundo” para quem sonha com o G-8 – ou que precisa fugir da ZR.

O jogo que surge como o mais interessante começa às 16h50, no estádio Olímpico Regional. O Cascavel, quinto colocado com 15 pontos, enfrenta o Paranavaí, o quarto, com 17. Na Cobra, a expectativa é de contar com o apoio da torcida. “Não existe coisa melhor para mim do que olhar para a arquibancada do campo e ver um bom número de pessoas”, diz o capitão Sidclei. O ACP vai a campo sem três peças importantes: os suspensos William Pomarola e Rogerinho e o lesionado Carlos Lima.

Mais cedo, às 15h30, o Iraty vai a Rolândia encarar o Nacional no estádio Erich Georg. O Azulão é o terceiro colocado, com 17 pontos, e uma vitória fora de casa encaminha uma posição importante na próxima fase.

O técnico Gilberto Pereira não contará com Gilvan e Ceará, suspensos. No NAC, vencer é obrigação para ainda sonhar com a fuga do rebaixamento – a equipe é a vice-lanterna, com seis pontos. A esperança é mais uma boa atuação do lateral Kim, que se destacou contra Atlético e Coritiba.

Falando em rebaixamento, hoje pode se confirmar a queda do Engenheiro Beltrão, que enfrenta o Cianorte às 15h50, no Albino Turbay. Com apenas quatro pontos, a AEREB precisaria vencer os três jogos que restam e ainda contar com outros resultados. Empate ou derrota hoje são suficientes para rebaixá-lo. O Cianorte, oitavo colocado com 14 pontos, vê o jogo como a chance de ouro para se estabilizar na competição.

Completando a rodada, também às 15h50 tem Toledo x Rio Branco, no 14 de Dezembro. É o jogo de seis pontos na luta pela última vaga para a segunda fase – e quem perder aumenta o risco de queda. O Porco não terá o suspenso Léo. No Leão, que estreia o treinador Norberto Lemos, a ausência é Vinícius, afastado por problemas disciplinares.