Apresentado oficialmente pelo Corinthians nesta quarta-feira, o técnico Tite voltou a ressaltar a necessidade da equipe reencontrar o desempenho e o padrão de jogo que o colocaram na liderança do Campeonato Brasileiro durante boa parte da competição. Focado na luta pelo título nacional, o treinador avisou que o time vai encarar os últimos oito jogos do torneio como decisões.

“O Corinthians jogava o melhor futebol do Brasil. Entendo que temos que retomar essa busca pelo melhor futebol. A minha contribuição será retomar isso, retomar o padrão do Corinthians de tempos atrás”, afirmou Tite, que tentará encerrar uma sequência de sete jogos sem vitórias do time do Parque São Jorge.

O treinador evitou comentar os recentes protestos da torcida do Corinthians por conta da queda de rendimento da equipe e a convocou para ajudar o time na reta final do Brasileirão. “Tenho certeza que o torcedor vai contribuir nesse momento decisivo. Oito jogos, oito decisões e a primeira é no domingo, e conto com eles”, comentou.

Tite ressaltou contar com Ronaldo e revelou a expectativa de que o atacante seja decisivo para o Corinthians na luta pelo título nacional. “Ronaldo tem grande capacidade técnica, de definidor, de quem faz a diferença. Vamos ter todos os cuidados para ter ele sempre bem”.

O novo técnico do Corinthians disse que foi seduzido imediatamente pela proposta para voltar ao clube e, por isso, trabalhou arduamente para se desvincular do Al-Wahda, dos Emirados Árabes Unidos. “Foi uma busca incessante porque o projeto Corinthians me seduz demais. Não deu nem tempo pra respirar”, explicou.

Tite reconheceu que os dois próximos jogos, contra Palmeiras e Flamengo, dirigidos por Luiz Felipe Scolari e Vanderlei Luxemburgo, respectivamente, serão especiais. “São dois ícones, sou mais jovem, aprendi muito com eles. E agora tenho a chance de ter um embate com eles. Tenho certeza que serão grandes jogos”.

Tite assinou contrato com o Corinthians até o final da próxima temporada e inicia a sua segunda passagem pelo clube. Em 2004, ele livrou o time das últimas posições do Brasileirão e só saiu em 2005 devido a um desentendimento com um parceiro corintiano. A estreia está marcada para o próximo domingo, em clássico contra o arquirrival Palmeiras, no Pacaembu, pela 31ª rodada do Brasileirão.