O técnico Tite não ficou nada satisfeito com o jogo do Corinthians neste sábado. A irritação dele não era nem tanto pelo empate em 0 a 0 com a Portuguesa em pleno Pacaembu, mas com as lesões de Alessandro e Paulo André. O treinador culpou o calendário pelos problemas físicos que tiraram seus jogadores da partida.

“Enquanto colocarem jogos com menos de 72h, vão estourar atletas. Não estou sendo oportunista. O responsável por fazer a grade deveria ficar com a responsabilidade maior pela saúde dos atletas. Se dependesse de mim, não teria jogo com menos de 72h de recuperação”, reclamou Tite.

O Corinthians jogou quarta, às 21h50, em Minas Gerais, e voltou a campo neste sábado às 18h30. Alessandro sentiu lesão logo nos primeiros minutos de jogo no Pacaembu, enquanto Paulo André esperou até o intervalo para ser substituído, com dores musculares.

O treinador reconheceu que esperava mais do Corinthians nesse começo de campeonato. Ele queria pelo menos 10 pontos até a pausa da Copa das Confederações. “A pontuação ficou abaixo do que prevíamos, do que nós imaginávamos. E, no desempenho, eu não pensei que fosse ter tantos problemas assim. Eu confesso. Nós acabamos perdendo muitos jogadores e também estamos pagando por brigar pelo título do Campeonato Paulista”, argumentou.