Líder do Campeonato Brasileiro ao fim do primeiro turno, o Corinthians pode ter que escolher qual competição vai priorizar, se o Nacional ou se a Copa do Brasil. Em coletiva após a vitória de virada sobre o Avaí neste domingo, o técnico Tite admitiu que contra o Santos, no meio de semana, poderá ter que poupar alguns jogadores.

“Não sei se dá para competir nas duas competições com o mesmo ritmo. Tem que priorizar a saúde do atleta”, afirmou o treinador corintiano. Neste domingo, Tite admitiu ter deixado Renato Augusto e Uendel de fora para não forçar os jogadores. “A possibilidade de estourarem era muito grande”, revelou.

Segundo Tite, outro problema que deve ser superado são as acusações de que a arbitragem tem favorecido o Corinthians. Neste domingo, um gol do Avaí foi anulado devido a uma posição duvidosa de impedimento. Nas duas últimas rodadas, dois pênaltis, um a favor e outro contra o alvinegro, despertaram a polêmica.

“O que eu lastimo é o erro que diz favorecer só o Corinthians. Nós estamos trabalhando aqui cara. Quando erram contra nós procuramos, de uma maneira educada, registrar. E sempre com um nível elevado”, disse o técnico.

Na próxima rodada, a primeira do segundo turno do Campeonato Brasileiro, o Corinthians recebe o Cruzeiro no Itaquerão.