No último treinamento coletivo da seleção brasileira de futebol antes de sua estréia na Copa do Mundo, os titulares venceram por 3-2, neste sábado, com gols de Ronaldinho Gaúcho, Cafu e Rivaldo, de pênalti. Kaká e Ronaldo, que trocou de lugar com Luizão na segunda parte do treino, marcaram para os reservas.

Foram 70 minutos de um futebol que não chegou a encantar e nos quais o técnico Luiz Felipe Scolari insistia para os jogadores apertarem ainda mais a marcação. Felipão também exigiu que os atacantes dessem o primeiro combate, o que acabou não acontecendo no treino.

Após o treino, Rivaldo confessou não ter gostado muito do coletivo, que foi o segundo da equipe nesta semana, no Mipo Stadium, em Ulsan. “Espero que, contra a Turquia, consigamos repetir a atuação do primeiro coletivo, quando tivemos um melhor rendimento”, afirmou.

Neste sábado, a vitória apertada dos titulares deveu-se, principalmente, à forte marcação dos reservas, a exemplo do que se espera dos turcos no jogo da próxima segunda-feira (3). Já no primeiro coletivo da semana, quando atuaram com mais liberdade, os titulares ganharam por 4-1.

Rivaldo comentou ainda que Scolari não pediu para que ele atue mais pelo lado esquerdo do campo. “Eu e todos os jogadores de frente devemos fazer a infiltração pelo meio sempre que possível”, disse. Segundo Rivaldo, Scolari pediu para ele arriscar mais chutes de fora da área, uma de suas especialidades. (ABr)

Fique por dentro do Mundial 2002 com a BBC Brasil