Desde o desembarque em Curitiba, a seleção espanhola se manteve distante da imprensa e dos torcedores. Ontem, no CT do Caju, não foi diferente. Seguranças espalhados por toda a parte impediam a aproximação de curiosos e a imprensa só tinha acesso após credenciamento e uma minuciosa vistoria, com direito a detector de metal. Porém, houve quem conseguiu burlar a forte proteção a Xavi, Iniesta e cia. Diego dos Santos, de 24 anos, mora próximo da Arena da Baixada e foi ao CT na tentativa de ver os jogadores.

Fã de Fernando Torres, ele viu seu sonho ser frustrado até encontrar um terreno baldio que dava fundos ao CT. E não pensou duas vezes. Pulou o muro e se escondeu entre os jornalistas, acompanhando de perto o treino. “Disseram que o treino ia ser aberto, mas chegamos aqui e falaram que não era. Vi o terreno e aí subi no muro para tentar ver alguma coisa. Nenhum segurança falou nada e resolvi pular para dentro”, disse ele, que virou o centro das atenções da imprensa.

Sem esconder a felicidade por acompanhar de perto o grande ídolo, ele ficou em um canto para não ser descoberto, mas depois se sentiu à vontade e aproveitou para dar uma cutucada na forte segurança formada no CT. “Não funcionou muito”, comentou.