Ainda inconformados com a eliminação inacreditável do Botafogo na Copa Sul-Americana, cerca de 50 torcedores causaram tumulto, hoje à tarde, em General Severiano. Eles agrediram um segurança do clube, levado para um hospital da região. Durante a pancadaria, uma senhora desmaiou. Ela foi atendida pelos médicos do Botafogo e encaminhada para uma clínica.

A confusão ocorreu após a apresentação do técnico Mário Sérgio, ex-Figueirense – quase no fim do treino. Os torcedores partiram para cima de um segurança do clube no instante em que discutiam com o presidente Bebeto de Freitas e o vice de futebol, Carlos Augusto Montenegro.

A briga aconteceu nas arquibancadas de General Severiano. Algumas cadeiras chegaram a ser arremessadas contra os dirigentes. Para controlar a situação, o policiamento foi reforçado no clube.

Revoltados, os torcedores gritaram o nome de Cuca, que pediu demissão após a vexatória derrota para o River Plate, por 4 a 2, na quinta-feira, em Buenos Aires, e hostilizaram vários atletas.

Durante o desembarque da delegação alvinegra no Rio, na sexta-feira à noite, a torcida do Botafogo jogou calcinhas e pipocas nos jogadores.