A Comissão de Legislação, Justiça e Redação acatou o projeto de lei de restrição da entrada de pessoas embriagadas ou sob influência de entorpecentes em estádios de futebol.

A proposta, feita pelo vereador Chicarelli (PSDC), descreve que a fiscalização seria realizada por policiais militares e seguranças privados contratados para o evento.

O tema deverá ser debatido em plenário em data ainda a ser marcada. Os responsáveis pela segurança poderiam aplicar o teste do bafômetro para medir a quantidade de álcool no sangue do torcedor.

De acordo com a proposta, o torcedor que estiver com quantidade igual ou superior a 0,6 mg/l de álcool no sangue será impedido de entrar no estádio.

O torcedor que estiver com ‘sinais de embriaguez’ também será impedido de entrar no local, mesmo sem ser submetido ao teste.