Assim como já tinha acontecido na sexta-feira no CT do Parque Ecológico, a torcida foi ao treino do Corinthians neste sábado, realizado no Parque São Jorge, para protestar contra a má fase do time. Assim, aumentou a pressão sobre os jogadores antes da partida deste domingo, contra o Guarani, no Estádio Brinco de Ouro, em Campinas, quando os corintianos vão tentar acabar com o jejum de seis jogos sem vitória no Brasileirão.

No protesto de sexta-feira, cerca de 70 integrantes das principais torcidas organizadas do clube foram ao CT do Parque Ecológico. Alguns deles chegaram a conversar com os jogadores do elenco. E houve a reivindicação dos torcedores para que o clube dispensasse o lateral Alessandro, o lateral/volante Moacir, o meia Danilo e o atacante Souza.

Neste sábado, o protesto foi maior. Cerca de 300 torcedores ocuparam as arquibancadas da Fazendinha enquanto o time treinava para enfrentar o Guarani. E, dessa vez, não sobrou nem para o maior astro do elenco. “Ronaldo, vamos jogar. O Coringão não é o seu spa!”, gritaram os torcedores, cobrando o retorno do atacante aos jogos.

Sem jogar desde o dia 8 de setembro, período em que se recuperou da contusão na panturrilha direita e trabalhou para entrar em forma, Ronaldo volta a jogar justamente neste domingo. Com ele, o Corinthians espera conseguir a vitória sobre o Guarani, para encerrar a má fase, acalmar o ambiente no clube e se manter na briga pelo título brasileiro.