O Tottenham saiu na frente no duelo com o Milan pelas oitavas de final da Liga dos Campeões. Nesta terça-feira, o time inglês venceu os italianos por 1 a 0, com gol de Peter Crouch, no Estádio San Siro, em Milão. No outro confronto do dia, o Schalke arrancou um empate por 1 a 1 com o Valencia, na Espanha.

A vitória fora de casa dá ao Tottenham a vantagem de jogar por um empate, diante de sua torcida, no jogo de volta, no dia 9 de março, em Londres. O Milan avança na competição se vencer por dois gols de diferença. Um triunfo simples, por 1 a 0, leva o confronto para a prorrogação, que poderá ser seguida de pênaltis.

Nesta terça, Milan e Tottenham fizeram um primeiro tempo de poucos atrativos. Ibrahimovic e Robinho sentiram falta do armador Cassano, que não pôde ser inscrito na competição, e quase não levaram perigo ao gol adversário.

A situação não melhorou nem mesmo depois que o jogo esquentou no segundo tempo. Pouco inspirados, os dois times abusaram das faltas e o irritado Gattuso chegou a empurrar um membro da comissão técnica no banco do Tottenham – ao fim do jogo, o meia italiano acertou uma cabeçada no mesmo integrante do clube rival.

O Milan tentava pressionar o rival, mas acabou caindo em um rápido contra-ataque dos ingleses. Aos 35 minutos, Lennon escapou pela direita e cruzou rasteiro para Crouch, sem marcação, completar para o fundo das redes. Os donos da casa tentaram responder, mas sem sucesso. Nos acréscimos, Ibrahimovic mandou para o gol de bicicleta, mas o árbitro assinalou falta e anulou o gol.

Na Espanha, o Schalke contou com gol de Raul, o maior artilheiro da história da Liga dos Campeões, para buscar um empate fora de casa. Soldado abrira o placar para os donos da casa, aos 17 minutos. O gol dos alemães veio aos 19 da segunda etapa. No retorno ao seu país, desde a saída do Real Madrid, Raul anotou seu 69.º na competição europeia. O jogo de volta também será disputado no dia 9 de março.