O elenco do Paraná Clube segue num período de ajustes, tendo como prioridade a manutenção de atletas realmente focados no objetivo principal: a volta à Série A.

“Não adianta segurar jogador que não está focado no clube”, resumiu o vice de futebol Paulo César Silva ao justificar as saídas do volante Luiz Camargo, do meia Diego e do atacante Léo.

Alegando problemas particulares e o fato de ter perdido espaço no time, após ser o artilheiro do Tricolor no Paranaense Léo pediu a rescisão de seu contrato, sendo devolvido ao Internacional (seu clube de origem).

Já Luiz Camargo, capitão da equipe no primeiro quadrimestre do ano, ainda depende de alguns detalhes burocráticos. O destino do atleta será o futebol norte-americano.

“O Camargo e seu procurador estão encaminhando a documentação, no sentido de obter o visto de trabalho para os Estados Unidos”, explicou Paulão. A transferência terá que ser efetivada até o próximo dia 15 de agosto, data limite para transferências internacionais.

Enquanto aguarda essa definição, Luiz Camargo vem trabalhando à parte, evitando qualquer problema que venha a atrapalhar a transação. Outro jogador fora dos planos de Roberto Fonseca é o meia Diego, que já deu vários sinais de que não está comprometido com o clube. Diante desse desinteresse, a diretoria tricolor está encaminhando sua transferência para outro clube, possivelmente da Série A.