Enquanto não avança na definição do seu comando técnico, o Paraná Clube vai garantindo a permanência de alguns jogadores que se destacaram na Série B. O volante Luiz Henrique Camargo teve parte de seus direitos econômicos (50%) adquiridos, assinando contrato de três anos com o Tricolor. Foi, na prática, a primeira ação efetiva do grupo liderado por Renato Trombini, que capitaneou a transação.

O presidente Aquilino Romani – mesmo sem garantir os jogadores mais valorizados, como Zé Carlos, Davi e Rafinha – aposta na formação de um elenco “forte e competitivo” já para o início de 2010.

Além de Camargo, o clube já encaminhou as renovações de Montoya (zagueiro), Fabinho (lateral-esquerdo) e João Paulo (volante). Este, com a compra de 25% de seus direitos econômicos. “São atletas que já considero certos para o ano que vem”, disse Romani.

O próximo passo da diretoria envolve o artilheiro da equipe na Série B. “Encaminhamos uma proposta muito boa e esperamos uma resposta para os próximos dias”, disse o presidente.

Marcelo Toscano virou unanimidade no clube, após ser deixado de lado como mera opção para a lateral-direita. Reconduzido ao comando do ataque, foi o grande responsável pela série invicta do clube, marcando oito gols nas dez últimas rodadas da Segundona.