O Tricolor entrou em campo disposto a conquistar a primeira vitória no certame estadual e foi logo partindo para o ataque, mas, aos poucos, a equipe do Toledo, mais entrosada, equilibrou as ações.

Ainda assim, o Paraná Clube criou duas grandes oportunidades de abrir o placar. Aos 25 minutos, Vandinho fez uma boa jogada e bateu firme para a boa defesa do arqueiro Oliveira e aos 45 minutos, Massaro perdeu a grande chance de marcar, ao chutar para fora uma bola que sobrou livre para o arremate.

Insatisfeita com o rendimento da equipe, a torcida vaiou os jogadores na saída para o intervalo, mas, na volta para o segundo tempo, o técnico Saulo não efetuou nenhuma mudança na equipe, afirmando que o time precisava ganhar ritmo de jogo.

Mais disposto no início da segunda etapa, o Paraná Clube foi logo criando boas oportunidades com Vandinho e Massaro, mas a falta de pontaria dos avantes mantinha o placar inalterado. Com 10 minutos de jogo, Saulo faz a primeira alteração, substituindo o volante Beto pelo meia Guiliano, na tentativa de aumentar a pressão para cima do Toledo.

A mudança surtiu efeito e o Tricolor passou a dominar totalmente as ações. Contudo, os atacantes seguiam desperdiçando grandes oportunidades. Aos 27 minutos, Saulo abre de vez o time, sacando Jumar para a entrada de Everton. Por outro lado, satisfeito com placar de 0 a 0, a equipe do Toledo mantinha a retranca e não se arriscava nem nos contra-ataques.

Na base do abafa, Saulo realiza a última mudança na equipe sacando Vandinho para a entrada de Jefferson. Mas não era a noite do ataque Tricolor que ainda perdeu mais duas grandes chances e os pouco mais de 2 mil pagantes que comparecem ao Estádio Durival Britto e Silva vaiaram a equipe ao final da partida.

Com o resultado, o Paraná Clube soma seu segundo ponto e segue sem vencer no Paranaense. O próximo compromisso paranista será contra o Cianorte, fora de casa.