Ontem foi o típico jogo em que o Paraná demonstrou que poderia ter chegado mais longe. Foi uma boa atuação contra o Bragantino e a vitória só não veio porque a equipe se empolgou no segundo tempo e deu espaços para o contra-ataque adversário – e foi assim que Lúcio marcou o segundo gol do Braga.

Mas Roberto Cavalo merece elogios de novo, por ter sido agressivo na escalação e nas alterações. Igor, Toscano e Davi brilharam, Luiz Henrique Camargo foi de novo muito bem, e até Adriano marcou, fechando uma noite de empate com um fato positivo.

Tirando o centroavante (que até deixou no ar que não pretende ficar no Tricolor), os outros quatro jogadores citados, além do goleiro Zé Carlos, formariam uma boa base para 2010. E, claro, com o acréscimo fundamental de Rafinha.