Foto: Walter Alves
Jogo de hoje marca os dois meses de Bonamigo no
comando técnico do Paraná.

O garoto Araújo garante estar pronto para superar esse momento de pressão. Com 14 participações na temporada, o jogador acredita que teve bons momentos, mas admite que caiu de rendimento nas recentes atuações. ?Não sei explicar o que aconteceu?, disse o jogador. ?Mas o importante é que surgiu nova oportunidade. Vou fazer desse jogo o jogo da minha vida?, promete. Formado nas categorias de base do clube, Araújo seria o reserva imediato de André Luiz na temporada. As lesões do titular fizeram com que ele fosse utilizado com maior freqüência, no Paranaense e na Copa do Brasil. O ala talvez tenha feito seu melhor jogo na vitória sobre o Atlético, no Joaquim Américo. Só que de lá para cá não mais se encontrou. ?Pelo nosso estilo de jogo, precisamos muito do apoio dos alas. Por isso, pedi a ele muita atitude, coragem para atacar?, disse Bonamigo.

Com um volume maior de jogadas pelo lado direito, o treinador busca aumentar o poder ofensivo do time. ?Já temos um bom aproveitamento pela esquerda. Mas, se o outro lado não ajudar, ficamos muito previsíveis?, alertou. Diante desse quadro, o desafio de Araújo é se lançar à frente, tentando tabelas com os meias e cruzamentos para a área adversária. ?Não vou decepcionar. Tive um tempo para esfriar a cabeça e trabalhar. Agora, é entrar em campo e fazer tudo o que me foi pedido?, finalizou Araújo. (IC).

Araújo faz ?jogo da vida? pra aliviar pressão

O garoto Araújo garante estar pronto para superar esse momento de pressão. Com 14
participações na temporada, o jogador acredita que teve bons momentos, mas admite que caiu de rendimento nas recentes atuações. ?Não sei explicar o que aconteceu?, disse o jogador. ?Mas o importante é que surgiu nova oportunidade. Vou fazer desse jogo o jogo da minha vida?, promete. Formado nas categorias de base do clube, Araújo seria o
reserva imediato de André Luiz na temporada. As lesões do titular fizeram com que ele fosse utilizado com maior freqüência, no Paranaense e na Copa do Brasil. O ala talvez tenha feito seu melhor jogo na vitória sobre o Atlético, no Joaquim Américo. Só que de lá para cá não mais se encontrou. ?Pelo nosso estilo de jogo, precisamos muito do apoio
dos alas. Por isso, pedi a ele muita atitude, coragem para atacar?, disse Bonamigo.
Com um volume maior de jogadas pelo lado direito, o treinador busca aumentar o
poder ofensivo do time. ?Já temos um bom aproveitamento pela esquerda. Mas, se o outro lado não ajudar, ficamos muito previsíveis?, alertou. Diante desse quadro, o desafio de Araújo é se lançar à frente, tentando tabelas com os meias e cruzamentos para
a área adversária. ?Não vou decepcionar. Tive um tempo para esfriar a cabeça e trabalhar. Agora, é entrar em campo e fazer tudo o que me foi pedido?, finalizou Araújo. (IC)

Adversário cauteloso

O Engenheiro Beltrão acredita no recente retrospecto positivo diante do Tricolor para seguir adiante no Paranaense. E deposita as esperanças de gols nos pés do atacante Eydison, o artilheiro das bicicletas, que retorna ao time após cumprir suspensão. O técnico Cláudio Piruá não oficializou a equipe, mas deve atuar num 3-5-2, mesmo tendo perdido dois titulares da defesa, o zagueiro Marcelo e o lateral-esquerdo Givanildo, ambos suspensos. Nos jogos anteriores, jogando em casa, o Engenheiro se lançou ao ataque e conseguiu surpreender o Paraná. Desta vez, na Vila Capanema, a tendência é um time mais cauteloso, mas não defensivo. Além de Eydison, o Engenheiro Beltrão terá Kanu no setor ofensivo e Safira com liberdade para realizar o elo entre meio-decampo e ataque.

?Será o jogo das nossas vidas. Respeitamos muito o Paraná, mas vamos fazer de tudo para vencer na Vila Capanema. As duas equipes estão buscando a vaga e por isso acredito que será uma partida muito disputada?, comentou Piruá. (IC)

CAMPEONATO PARANAENSE

2ª FASE – 6ª RODADA

PARANÁ CLUBE  x ENGENHEIRO BELTRÃO

PARANÁ

Fabiano Heves; João Paulo, Nem e Luís Henrique; Araújo, Jumar, Léo, Cristian e Éverton; Giuliano (Joelson) e Fábio Luís.

Técnico: Paulo Bonamigo.

ENG. BELTRÃO

Pontelli; Danilo, Índio e Neguetti; Muriel, Eurico, Carlinhos, Safira e Edinho; Kanu e Eydison.

Técnico: Cláudio Piruá.

Local: Durival Britto (Curitiba).

Horário: 15h50.

Árbitro: Edivaldo Elias dos Santos.

Assistentes: Ricardo Vilar Neves e Adair Carlos Mondini.