Uma distração da zaga do Paraná Clube acabou com o que poderia ser uma noite de festa para a torcida Tricolor, nesta sexta-feira (31), na Vila Capanema. O time vinha vencendo o Vasco e jogando muito bem, mesmo com um jogador a menos, até os 47 minutos do segundo tempo, quando o time carioca conseguiu arrancar um empate do Paraná Clube, fechando o jogo em 1 a 1.

Adaílton ganhou destaque nesta noite. Ele defendeu, atacou e marcou o gol do Paraná Clube, que aconteceu após uma bela arrancada de Carlinhos, no início do segundo tempo. Porém, aos 48 minutos da etapa final, Maxí Rodriguez conseguiu marcar de cabeça para o Vasco.

O empate desta noite deixa o Paraná Clube na 13ª posição da Série B do Brasileiro, com 41 pontos. Já o Vasco fica em 3º lugar com 56 pontos.

O próximo desafio do Tricolor é sábado (08), contra o Vila Nova, no Serra Dourada.

Para o jogador Lúcio Flávio, mesmo com o empate o time está de parabéns. “Valeu a luta e o empenho, mas o gol no final foi um pecado. Foi a última bola do Vasco no jogo. Enfrentamos um time que certamente está entre os que podem subir. Pelo que o time fez hoje a vitória seria o melhor”, disse Lúcio Flávio.

O jogo

O jogo começou agitado na Vila Capanema. O Paraná Clube começou colocando pressão no Vasco. Aos 9 minutos, por exemplo, Chiquinho fez um belo drible em Diego Renan. O lance animou a torcida, que vibrou com o time da casa.

Aos 26 minutos o Tricolor quase abriu o placar. Adaílton avançou com perigo e com raça para o chute forte. O lance deu trabalho para o goleiro Martín Silva, que afastou o perigo.

Pouco depois, aos 28, foi a vez de Thiago Humberto avançar com perigo. Ele tentou o chute, mas a bola foi desviada por Luan.

Nos últimos minutos do primeiro tempo Lúcio Flávio mandou uma bola no travessão do Vasco. Ele recebeu de Adaílton, deixou a zaga no chão e mandou de direita.

Segunda etapa

Já aos 9 minutos, após uma bela arrancada de Carlinhos, Adailton abriu o placar para o Tricolor. Carlinhos correu da defesa até o ataque. Ele mandou para Adailton, fez um belo drible e mandou o chute forte, abrindo o placar para o Paraná Clube.

Aos 20 minutos, após a expulsão de Cleiton, o Tricolor manteve a pressão contra o time carioca.

Uma falta feita por Montoya em Adailton poderia ter aumentado o placar para o Paraná Clube. Thiago Humberto mandou a bomba, defendida por Martín Silva.

Porém, aos 47 minutos do segundo tempo, o Tricolor bobeou. Douglas teve liberdade em campo e conseguiu o cruzamento para Maxí Rodriguez, que finalizou sozinho, empatando o jogo.