O meia Giuliano não retornará ao Paraná Clube após defender a seleção brasileira sub-20, na Venezuela. O Internacional de Porto Alegre deve desembolsar cerca de R$ 4,5 milhões para adquirir os 40% dos direitos econômicos do atleta, ainda vinculados ao Tricolor. A Traffic continuaria com os outros 60%. Giuliano, 18 anos, foi titular da equipe durante toda a temporada e escolhido pela FBA a revelação da Série B.

A negociação não é confirmada pela diretoria paranista. “Além do Inter, há outros clubes do Brasil e do exterior interessados no Giuliano”, despistou o presidente Aurival Correia.

Porém, uma reunião em Porto Alegre – possivelmente hoje – poderá definir a transferência. Com a negociação, o Paraná Clube praticamente “salvaria” a temporada 2009, além de quitar boa parte das pendências com as inúmeras rescisões após uma temporada de insucessos.

Por força de contrato, Giuliano não pode ser negociado por valor inferior a 3,5 milhões de euros (aproximadamente 11,5 milhões de reais), sendo 60% deste valor destinado à Traffic. A empresa de marketing esportivo tem também a preferência para adquirir os 40% restantes.

“Se tivermos um comprador e um valor definidos, temos que apresentar à Traffic. Eles podem cobrir ou não”, explicou Correia. Pelas informações recentes, a empresa não estaria disposta, no momento, a fazer novo investimento em Giuliano, o que deixaria o caminho aberto para a sua transferência para o Internacional.

A valorização de Giuliano ocorreu de forma natural ao longo do ano, onde o meia esteve em campo 56 vezes, vestindo a camisa azul, vermelha e branca. Há alguns meses, a Traffic – que já detinha 20% de seus direitos econômicos – adquiriu do próprio Giuliano outros 40%.

Os valores não foram divulgados, mas renderam ao meia uma boa “poupança” e um salto de qualidade de seu padrão social. Na época, surgiram muitos boatos sobre a possível transferência do jogador para o mercado paulista, mais especificamente o Palmeiras, onde a empresa vem investindo “pesado”.

Giuliano sempre saiu pela tangente e em alguns momentos foi “blindado” pelo próprio clube, retirado das entrevistas coletivas para escapar desse assunto. “Meu foco, naquele momento, era apenas tirar o Paraná daquela situação delicada.

Então, foi melhor assim. Até porque, não havia nenhuma transação em andamento”, disse o jogador ao fim da Série B, no mês passado. Falou-se muito sobre o interesse dos quatro grandes de São Paulo, mas o destino do garoto será mesmo o Rio Grande do Sul.

Pelo valor estabelecido por Paraná e Traffic pelo atleta, 40% corresponderia a 1,4 milhões de euros (R$ 4,7 milhões, pela cotação de ontem). Giuliano deve assinar – caso a negociação seja consumada – um contrato de três anos com o colorado gaúcho, onde terá a chance de disputar a Série A, a Copa do Brasil e a Sul-Americana em 2009.