Cabeça de chave número 11 e tenista com melhor ranking a entrar em quadra nesta segunda-feira, o francês Jo-Wilfried Tsonga estreou com vitória no Masters 1000 de Roma, na Itália. Em 1h26min, o 13.º do mundo derrotou o ucraniano Alexandr Dolgopolov por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 7/6 (7/5).

Mesmo sem ter perdido sets para o adversário, Tsonga teve muita dificuldade para vencer. Tanto que conseguiu apenas duas quebras ao longo da partida, cedeu uma e mostrou toda experiência no tie-break do segundo set para sair com o triunfo. Agora, ele espera o vencedor do confronto entre o sul-africano Kevin Anderson e o canadense Vasek Pospisil para conhecer seu adversário.

Se o cabeça de chave número 11 venceu, o 12.º não ficou atrás. Grigor Dimitrov teve um pouco mais de trabalho, mas eliminou o francês Edouard Roger-Vasselin, de virada, por 2 sets a 1, com parciais de 4/6, 6/3 e 6/4, em pouco mais de duas horas de jogo. O búlgaro terá pela frente na segunda rodada o croata Ivo Karlovic, que bateu o espanhol Pablo Carreno Busta por 2 a 1: 3/6, 6/3 e 7/6 (7/4).

Outro cabeça de chave que venceu foi o russo Mikhail Youzhny, 14.º favorito, que passou por Nicolas Mahut por 2 sets a 0, com duplo 6/4. Por outro lado, Fabio Fognini, cabeça de chave número 13, se tornou o primeiro dos favoritos a cair ao ser derrotado por Lukas Rosol por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 6/2.

Também nesta segunda-feira foi definido o adversário do número 1 do mundo, Rafael Nadal. Embalado pelo título conquistado em Madri no domingo, o espanhol terá pela frente na estreia o francês Gilles Simon, que passou pelo italiano Filippo Volandri por 2 sets a 0, com parciais de 6/2 e 6/3.

Nas outras partidas do dia, Marcel Granollers levou a melhor no duelo de espanhóis com Feliciano Lopez e venceu por 2 a 0: 7/5 e 6/1. O croata Ivan Dodig passou pelo argentino Federico Delbonis também em dois sets, com parciais de 6/3 e 6/4, enquanto Stephane Robert derrotou Alejandro González, Simone Bolelli venceu Stefano Travaglia e Pere Riba bateu Paolo Lorenzi.