Lorena Manarin/O Paraná
Rafael Camarota dá os últimos retoques no Cascavel.

Um confronto entre tradicionais escolas do interior paranaense será um dos destaques da 3.ª rodada do Estadual. Surpresa da competição, o Cascavel recebe o também motivado Londrina, às 21h45, com expectativa de grande público no Estádio Olímpico, em Cascavel.

Há tempos a torcida cascavelense não comemorava bons resultados com os times da cidade. Mas nas duas primeiras rodadas a equipe do técnico Rafael Camarota apresentou bom futebol e conseguiu vitórias importantes, sobre o rival Toledo e o Iguaçu, em União da Vitória. Até o próximo adversário se rendeu. ?O Cascavel tem um time muito bom, montado com jogadores das séries A1, A2 e A3 de São Paulo. É mais forte que o Paraná e bem mais forte que o Cianorte?, disse o técnico Jorge Saran, do Londrina, referindo-se aos dois times que o Tubarão enfrentou nas primeiras rodadas do Estadual.

Mas para manter os 100%, o ex-goleiro Rafael terá problemas na defesa. Os zagueiros Murilo, Ícaro e Sandro estão lesionados e o lateral Lecão foi liberado por alguns dias para tratar de problemas familiares. Com elenco reduzido, o técnico deverá improvisar em algumas posições. O clube apresentou esta semana o atacante Rafael Martins, que estava no Suzano (SP) e deve estrear nas próximas rodadas.

Para acomodar a expectativa de pelo menos 10 mil torcedores, a diretoria do Cascavel vai abrir os portões do estádio mais cedo e contratar mais bilheteiros.

No Tubarão, Saran estipulou 24 pontos como patamar suficiente para a classificação entre os oito primeiros. Assim, em empate hoje é encarado como resultado satisfatório. O técnico elogiou o desempenho do time na vitória por 3 a 2 sobre o sub-20 do Paraná, domingo passado, mas deu uma bronca e ameaçou mandar embora o lateral Alex Braz, expulso por agredir um jogador paranista. No lugar dele, deve ser improvisado o volante César Santos.

Febre

Curiosamente, a suspeita de febre amarela em Cascavel, após a morte de um macaco no zoológico da cidade, fez o Londrina mudar sua logística para a partida. A delegação deverá ficar concentrada em um hotel de Toledo para eliminar a possibilidade de contágio.

PARANAENSE 2008

1.ª fase ­ 3.ª rodada

Cascavel x Londrina

Cascavel: Wilmar, Fernandinho, Borges, Sandro e Edinaldo; Juliano, Vítor Hugo, Cesinha e William; Hugo e Freitas. Técnico: Rafael Camarotta

Londrina: ­ Júnior; Alison, Senegal, Neto e César Santos; Oliveira, Lau, Allan e Diego Mineiro; Nem e Rafael Akai. Técnico: Joge Saran.

Local: Estádio Olímpico (Cascavel), 21h45

Árbitro: Adriano Milczvski

Assistentes: Ildefonso Trombetta e Dirceu Eloi Comin