Curitiba será sede neste fim de semana um dos mais importantes torneios de rúgbi do Brasil. Hoje e domingo acontece a quarta etapa do Circuito Brasileiro de Rugby de Sete, que promete fazer o Tarumã tremer com muita disputa e correria atrás da bola oval.

Vinte equipes de quatro estados brasileiros irão participar: 12 na categoria adulto, quatro na juvenil (sub-19) e quatro na feminina. Além do Curitiba Rugby Clube, times de São Paulo, Santa Catarina e Rio de Janeiro estarão em campo. Londrina e Guarapuava representam o interior do Paraná.

O torneio marcará a inauguração do campo oficial do Campus Avançado da Paraná Esportes, no Tarumã. Com iluminação, quadras auxiliares, vestiários e restaurantes, é uma das mais completas estruturas para a prática do rúgbi no Brasil.

O rugby de sete é uma variação do esporte cada vez mais popular no País. Em vez das equipes de 15 jogadores do rúgbi tradicional, os times são formados por sete pessoas. Outra diferença é o tempo de jogo, que cai de 80 para 14 minutos.

?As regras são as mesmas, assim como o campo, o que dá uma dinâmica maior ao jogo. Os jogadores têm que ser mais rápidos e ágeis e a força passa a ser menos importante?, diz Aluísio Dutra, presidente do Curitiba Rugby Clube (CRC), que organiza o evento.

Segundo Dutra, o principal desafio dos paranaenses é superar o time de São José dos Campos (SP). Atual campeão no sete e no tradicional, o time é base da seleção brasileira e favorito para faturar mais uma etapa do circuito.

Olímpico

Incluída no programa dos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara (2009), e pleiteando uma vaga nas Olimpíadas de Londres (2012), a modalidade tem ganho uma atenção cada vez maior da Associação Brasileira de Rugby. Pela primeira vez, organizou um circuito brasileiro, que está sendo disputado desde o ano passado e já passou por São José dos Campos (SP), Niterói (RJ) e São Paulo.

No último domingo, as seleções brasileiras masculina e feminina disputaram o sul-americano, no Uruguai. As mulheres foram campeãs e garantiram um lugar na copa do mundo, que será disputada em Dubai, nos Emirados Árabes, em 2019. No masculino, a Argentina, potência da América do Sul, ficou com o título.