Na Europa, o interesse dos torcedores em ter um vínculo mais próximo com o seu time do coração aumenta a cada ano.

E a melhor maneira de realizar este desejo é virar sócio do clube. Uma relação perfeita, onde ambas as partes podem desfrutar de inúmeros benefícios e vantagens. Tudo dentro do mais alto nível de estrutura e organização.

Em tempos em que os clubes brasileiros ainda engatinham no quesito relação clube-torcedor, a Tribuna na Europa mostra o funcionamento da área social do Barcelona, o clube de futebol com o maior número de sócios do planeta. Ao término da temporada 2005/2006, o Barça computou um total de 152 mil sócios, exatos 45.865 a mais que na temporada 2002/2003, ano do final do mandato do presidente Joan Gaspart.

Com a entrada de Joan Laporta na presidência do clube catalão, o Barcelona mudou para melhor em todos os aspectos.

Fidelização 1: Voz e voto

O Barcelona também figura entre os clubes mais democráticos do mundo.

A parte esportiva é propriedade dos seus sócios e também é gestionada por eles. Além de escolher o presidente e a junta diretiva a cada quatro anos através de votação direta, são eles que escolhem os caminhos a serem seguidos nos diferentes setores da política interna do Barça. ?Para ocupar um cargo importante no Barcelona, tem que ser sócio. Eles têm total liberdade para expressar-se dentro do clube e podem ser escolhidos também para representar a entidade?, completou o coordenador Francesc Cruces.

Fidelização 2: Vive o clube

Uma carteirinha de sócio do Barcelona pode trazer uma grande variedade de vantagens no dia-a-dia do torcedor.

O Barça oferece desconto em restaurantes, cinemas, teatros, na pista de gelo do Camp Nou, em todas as lojas oficiais do clube e em diversas empresas colaboradoras. O associado pode dispor também de um talonário com descontos anuais e até de um cartão de crédito VISA Barça.

Os sócios podem visitar o museu e fazer um tour pelo Camp Nou de graça. Têm direito a alugar salas para reuniões e festas. Na área esportiva, são 17 modalidades esportivas amadoras.

Mas o diferencial mesmo são os outros serviços oferecidos pelo clube. Um deles é, Caravana Barça, na qual a entidade facilita a viagem do seu torcedor para todas as partidas do time. Pode ser de avião ou ônibus. Muitas vezes, incluem até uma noite no mesmo hotel dos jogadores. Outro detalhe interessante é que o sócio pode viver todos os assuntos do clube através do seu telefone celular. O clube usa a tecnologia móvel para enviar agendas, resumos de jogos e informações do seu dia-a-dia.

O sócio também tem acesso a conteúdos exclusivos no site do Barça e recebe revistas e guias em cada temporada.

O serviços não param por aí. O clube já conta até com seguros (carro, casa, etc.) para os seus associados. ?Cada vez temos que buscar novos serviços. Na Inglaterra, por exemplo, clubes como o Manchester e Chelsea já oferecem até empréstimos e hipotecas aos seus sócios?, acrescentou Francesc Cruces.

Fidelização 3: Desfruta o espetáculo

Aqui, o assunto é bola rolando. Atualmente o Estádio Camp Nou possui uma capacidade total de 98.750 espectadores. Deste total, 85 mil pertencem a algum torcedor, são os chamados ?sócios-abonados?. O resto não está à venda, para que os sócios que não são donos de cadeiras e os torcedores comuns possam ter a possibilidade de ver os jogos.

Ao longo dos anos, o Barça reformou seu estádio e vendeu a maioria dos seus assentos para os sócios do clube. Os que compraram, além de ter que pagar a anuidade, também pagam a cada nova temporada um valor para continuar dono do seu assento no Camp Nou. ?Esse valor é obrigatório e varia de acordo com o local da cadeira e pode custar de 150 a 850 euros por temporada (aproximadamente de R$ 450 a R$ 2.400 reais)?, revelou Francesc.

Se um sócio não paga sua cadeira, perde o direito de ser dono e o clube pode colocá-la à venda quando quiser, mas isso é praticamente impossível.

Abertura de novos canais pro torcedor

Se na ?era Gaspart? a captação de novos sócios era algo que andava estagnado na política social do Barça, com Joan Laporta esse ponto evolui muito. E o que é melhor, de uma maneira simples e eficiente. Antes, quem queria ser sócio do Barcelona só podia realizar seu sonho se fosse pessoalmente às secretarias do clube.

Com o novo projeto, o torcedor pode afiliar-se através de três diferentes canais: diretamente nas Secretarias de Atenção ao Barcelonista do estádio Camp Nou através do telefone ou pelo site do clube (www.fcbarcelona.cat).

?A abertura destes novos e simples canais de contato com o nosso torcedor facilitou o aumento do número de sócios do clube não só na Catalunha, mas em toda a Espanha e inclusive fora do país?, comentou Francesc Cruces.

Outros fatores decisivos no sucesso do aumento de sócios foram a baixa dos preços para associar-se ao clube (veja quadro) e a massa social do clube catalão, bastante diferente do resto dos grandes da Europa.

O coordenador Francesc Cruces também destaca outro fator, mais sentimental. ?Acho que o emocional, a paixão do torcedor ajuda muito. Os sócios têm orgulho de levar no bolso sua carteira de associado do clube.?

O emocional é tão forte que atualmente o Barça já possui sócios que ainda nem nasceram. Muitos futuros papais buscam ?assegurar? a escolha futebolística do filho/a e fazem a carteira de sócio antes mesmo da criança nascer. Quando o bebê já tem algumas semanas, faz uma foto no clube e vira sócio. ?Na última temporada, tivemos um total de 3 mil sócios recém-nascidos?, conclui Francesc. Esses sim são culés desde o berço.