O União de Francisco Beltrão será uma das novidades da edição de 2018 do Campeonato Paranaense. Recém-promovido da divisão de acesso, o time do Sudoeste do Estado volta à elite do futebol paranaense depois de 20 anos com um único objetivo: não voltar para a segunda divisão. Quem garante isso é o diretor de futebol e técnico da equipe beltronense, Ivair Cenci, que tem no currículo grande experiência em times do interior do Estado.

Cenci é para o União o que o holandês Seedorf será para o Atlético. Os dois, nos seus respectivos clubes e com suas realidades bem distintas, terão o papel de comandar suas equipes em campo e também vão atuar fora das quatro linhas como uma espécie de manager. É o terceiro ano seguido que Cenci acumulará as funções dentro do União. Nas duas últimas temporadas, o time de Francisco Beltrão conseguiu os acessos da terceira para a segunda divisão e agora da segunda para a elite do futebol estadual.

Confira a preparação dos times do interior para o Paranaense

“Além de treinador, sou diretor também. Eu contrato, mando embora, é o cargo da minha pessoa. Eu e o Tavico (Otávio Muniz – secretário de esportes da cidade) é que somos responsáveis pelo futebol. Os outros ficam com a parte financeira, burocrática. Foi assim na terceira, na segunda e será na primeira também. Aceitei dessa forma, cada um em um setor. Eles não têm experiência com bola e a gente tem um pouco mais de conhecimento para cuidar da parte do futebol”, contou ele, em entrevista à Tribuna do Paraná.

União Beltrão realizou alguns amistosos, como o empate em 1x1 com o Prudentópolis. Foto: Divulgação/União Beltrão
União Beltrão realizou alguns amistosos, como o empate em 1×1 com o Prudentópolis. Foto: Divulgação/União Beltrão

O comandante do União, que conta com um investimento mensal de R$ 100 mil, não esconde que as pretensões do seu time é permanecer na elite do Campeonato Paranaense. Ivair Cenci, inclusive, elencou contra quais times vai brigar contra o rebaixamento na disputa do Estadual.

“Sabemos da responsabilidade e o principal objetivo é se manter na primeira divisão. O investimento é pouco. Segurei 11 jogadores que estavam aqui e contratei pelo menos 11. Estamos longe daquilo que penso e quero. Vamos fazer o máximo para que o time se mantenha na primeira divisão, que seria de bom tamanho”, enfatizou.

“Na segunda divisão já corríamos por fora. O Operário era o favorito e tínhamos um terço da folha deles, mas encaixou. Entendo que seis equipes vão lutar contra as duas vagas do rebaixamento. Nós, Cascavel, Toledo, Rio Branco, Prudentópolis e Foz. Dessas seis equipes, duas serão rebaixadas com certeza”, acrescentou ele.

O elenco do União conta com uma mescla de jogadores mais jovens com atletas mais experientes. Fazem parte desses jogadores mais rodados o zagueiro César Gaúcho, os volantes Wellington Monteiro e Léo Maringá e o meia Max.

“Eu entendo que esses jogadores experientes não vão sentir tanto jogar dentro e fora. Estamos apostando nisso, nessa mescla de experiência e juventude”, concluiu Ivair Cenci.

A estreia do União Beltrão no Paranaense 2018 será em casa, no dia 17 de janeiro, contra o Paraná Clube.