O presidente do Uruguai, Tabaré Vázquez, revelou em entrevista durante uma cerimônia em Montevidéu, nesta segunda-feira, que o país oficializará a candidatura conjunta com a Argentina para sediar a Copa do Mundo de 2030, ano que marcará o centenário do primeiro Mundial de futebol, disputado no próprio Uruguai e vencido pelos anfitriões em uma final contra os argentinos.

Segundo o mandatário uruguaio, o anúncio será feito em um encontro com o colega argentino, Maurício Macri, marcado para o próximo dia 30 na estância presidencial de Anchorena, a cerca de 200 quilômetros da capital do país.

“No próximo dia 30 de agosto, o presidente Macri visitará o Uruguai. É a oportunidade de realizar, por parte dos dois governos, dos dois países, a candidatura oficial para o campeonato mundial de 2030”, adiantou o mandatário uruguaio.

Conforme lembrou o jornal uruguaio El País, a ministra do Turismo, Liliam Kechichián, mostrou interesse que os astros do Barcelona Lionel Messi (pela Argentina) e Luis Suárez (pelo Uruguai), promovessem a candidatura dupla.

Messi estará em Montevidéu no dia 30 devido à partida entre os dois países no dia seguinte, no estádio Centenário, válida pela 15.ª rodada das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2018, na Rússia. No entanto, Suárez não atuará neste jogo devido à uma lesão.