Com dores no joelho direito, o meia Valdivia deixou o treino do Palmeiras mais cedo. O jogador, no entanto, deverá enfrentar o Sport, fora de casa, amanhã, pela terceira rodada do Brasileiro.

O meia Daniel Carvalho e o zagueiro Thiago Heleno também foram relacionados. O primeiro volta depois de ser desfalque por dois jogos com dores na coxa esquerda. O segundo, que operou os dois pés no ano passado, ainda não jogou em 2012.
No coletivo realizado nesta manhã, o técnico Luiz Felipe Scolari armou um time mais ofensivo do que de costume.
Ele sacou o volante João Vitor para colocar um terceiro atacante, Maikon Leite, e trocou de lateral direito: saiu Cicinho, e entrou Artur.
Assim, o provável Palmeiras que enfrenta o Sport tem Bruno; Artur, Leandro Amaro, Henrique e Juninho; Márcio Araújo, Marcos Assunção e Valdivia; Maikon Leite, Barcos e Luan.
O time alviverde só somou um ponto nas duas primeiras rodadas: empatou com a Portuguesa e perdeu para o Grêmio.
Situação preocupante
De volta ao time, Daniel Carvalho cobrou a recuperação do Palmeiras no Brasileiro.
“Com certeza, [a situação] é preocupante. A gente não pode vacilar em nenhuma partida mais. Já deixamos a desejar em dois jogos. Temos que buscar pontos fora de casa porque almejamos ser campeões”, disse.
Apesar de admitir que o início do Palmeiras na Série A não foi bom, o meia afirmou que isso não significa que o time fará uma campanha ruim na competição.
“No ano passado, eu estava no Atético-MG e a gente ganhou os dois primeiros jogos. Acharam que a gente ia brigar pelo título, mas lutamos para não cair”.
O time tem dividido atenções entre duas competições. Além do Brasileiro, está na semifinal da Copa do Brasil. Na próxima semana, inicia a disputa com o Grêmio por vaga na decisão.
“Com certeza pode refletir na partida contra o Grêmio se chegarmos lá com duas derrotas consecutivas no Brasileiro. Agora, uma vitória pode nos dar confiança e deixar mais fácil a ida para Porto Alegre”, completou.