O presidente do Valenciennes, Jean Raymond Legrand, confirmou nesta quarta-feira a venda de Gil para o Corinthians e, inclusive, já trata o zagueiro como ex-jogador do clube francês. “Sentimos muito a saída dele. Gostaríamos que ele ficasse, mas o seu desejo era voltar ao Brasil”, disse o dirigente ao jornal Estado de S. Paulo.

O jogador custará 3,5 milhões de euros (cerca de R$ 9,5 milhões) e, segundo Legrand, a questão da forma de pagamento já foi resolvida. “Estão faltando apenas uns documentos”, explicou.

A negociação foi conduzida por Pierre Wantiez, diretor do Valenciennes, que veio ao Brasil para tratar da transação diretamente com os dirigentes do Corinthians e vai aproveitar sua passagem pelo País para procurar candidatos à vaga de Gil. “Temos outros jogadores brasileiros em mente para substituí-lo”, afirmou Legrand.

Gil, 25 anos, começou a carreira no Americano-RJ, onde jogou de 2004 a 2008. Depois, foi para o Atlético Goianiense, onde conquistou a Série C do Campeonato do Brasileiro de 2008. Ele ainda jogou dois anos no Cruzeiro antes de ser comprado pelo Valenciennes, em agosto de 2011.