O primeiro efeito da vitória do Santos sobre o Vasco, por 1 a 0, nesta quarta-feira, na Vila Belmiro, foi o distanciamento do clube da zona de rebaixamento – agora são sete pontos de vantagem para o primeiro time que seria rebaixado hoje, o Goiás. O técnico Dorival Junior prevê uma melhora no ambiente, mas pretende manter a preocupação com as últimas colocações.

“Acho que podemos falar um pouco menos, sim (sobre rebaixamento). Mas a preocupação vai ser mantida. Não tem como relaxar no Campeonato Brasileiro”, afirmou o treinador em entrevista coletiva após a vitória.

Na sua próxima partida, o Santos vai enfrentar o Atlético Paranaense, na Arena da Baixada, neste sábado. O time ainda não vence fora de casa no Campeonato Brasileiro. “Em duas rodadas, você pode estar beirando uma posição positiva ou negativa. O Santos tem de se preparar, porque o segundo turno é muito mais complicado, trabalhoso. Os resultados demoram a aparecer. A complicação é grande. Quem brigou contra a zona de rebaixamento sabe a importância desses pontos na virada de turno”, completou o treinador.

Dorival Junior ficou satisfeito com as chances criadas pela equipe e minimizou os erros de finalização. Ricardo Oliveira desperdiçou duas chances claras e ainda teve um pênalti defendido pelo goleiro Martin Silva. “Estou satisfeito com as chances. Teremos noites em que as coisas não acontecerão. Espero que o Santos continue criando assim, porque dificilmente vamos perder se repetirmos essa atuação. Fomos melhores do que contra o Coritiba (3 a 0 para o Santos). Uma conquista como esta tem um valor muito grande para nós”, disse o técnico.