Há pouco mais de uma década, quando o holandês Louis van Gaal comandava o Barcelona, o atual técnico do Bayern de Munique teve como assistente por três anos o português Jose Mourinho, hoje técnico da Inter de Milão e seu adversário na decisão da Liga dos Campeões, sábado, em Madri.

Relembrando seu assistente, Van Gaal contou nesta sexta-feira que já era possível prever que ele seria um grande treinador. Mas apesar dos elogios a Mourinho, o técnico holandês afirmou que aposta na força ofensiva do Bayern de Munique para superar o seu ‘aprendiz’.

“Trabalhamos juntos por três anos. Ele já era excelente no comando, nos treinos, nas análises sobre os adversários que fazia para o Barcelona. Sempre fez um grande trabalho. Sabia que ele se tornaria um grande treinador”, elogiou Van Gaal.

“Minha filosofia é sempre atacar o oponente em seu campo”, acrescentou o holandês, ponderando que o agora adversário português tem um estilo diferente. “Mourinho é mais defensivo, esta é sua tática. Mas ele tem bons jogadores que podem definir o confronto”.