A seleção holandesa foi homenageada nesta terça-feira pelo primeiro-ministro Jan Peter Balkenende, após o vice-campeonato na Copa da África do Sul, em uma celebração ocorrida na frente da residência oficial de Balkenende, o Palácio de Catshuis.

Cercados por balões laranjas, o técnico Bert van Marwijk e o capitão Giovanni van Bronckhorst ainda foram condecorados com o título honorário de “Cavaleiros da Ordem de Orange-Nassau”. Em seguida, a seleção holandesa foi até o Palácio de Noordeinde encontrar-se com a rainha Beatrix.

Na movimentada manhã em Amsterdam, os jogadores ainda desceram de barco pelos canais da cidade – escoltados por um helicóptero da Força Aérea – e foram a uma festa ao ar livre na Museum Square, onde um telão mostrava a campanha holandesa no Mundial.